Isto é Notícia

Banca comercial regista baixa de 14,29% na compra de divisas no mercado cambial

Partilhar conteúdo

Os bancos comerciais do Sistema Financeiro Angolano (SFA) compraram, no mês de Fevereiro do corrente ano, um total de 750,16 milhões de dólares norte-americanos, uma diminuição de 14,29%, comparativamente aos 875,26 milhões adquiridos em Janeiro.

Os dados foram apresentados na última quinta-feira, 31, em conferência de imprensa, pelo governador do Banco Nacional de Angola (BNA), José de Lima Massano.

Em declarações à imprensa, após a 104.ª reunião ordinária do Comité de Política Monetária (CPM) do BNA, o responsável avançou que o stock de crédito à economia em moeda nacional e estrangeira, expresso em moeda nacional, registou uma expansão de 0,94% no mês de Fevereiro, tendo atingido 4,58 biliões de kwanzas, o que levou a uma contração acumulada este ano de 1,32% e uma expansão de 3,31% nos últimos 12 meses.

O responsável do banco central angolano disse que a moeda nacional continua a apreciar face ao dólar norte-americano, tanto em termos reais como nominais, “reflexo da melhoria substancial dos seus fundamentos, nomeadamente os termos de troca, os rendimentos petrolíferos e a paridade do poder de compra”.

Em termos acumulados, no final de Fevereiro do ano em curso, o saldo da conta de bens fixou-se em 4,95 mil milhões de dólares norte-americanos, um aumento de 73,62%, comparativamente a igual período de 2021 (2,85 mil milhões de dólares norte-americanos).

Estes indicadores, segundo José de Lima Massano, reflectem o aumento do valor das exportações em 60,66%, quando comparado com o crescimento de 36,5% ocorrido nas importações.

Já as Reservas Internacionais, no final do mês de Fevereiro, situaram-se em 15,87 mil milhões de dólares, representando uma cobertura de 10,44 meses de importações de bens e serviços, uma redução de 0,3 mil milhões USD, face aos 16,17 mil milhões de dólares registados em Janeiro.

No final do encontro, o Comité de Política Monetária decidiu manter a taxa básica de juro (Taxa BNA) em 20%; a taxa de juro da facilidade permanente de cedência de liquidez em 25%; a taxa de juro da facilidade permanente de absorção de liquidez dias em 15%; e os coeficientes das reservas obrigatórias em 22%.

Em contrapartida, o CPM decidiu flexibilizar o limite de posição cambial dos bancos comerciais, passando-o de 5% para 10%.

A próxima reunião ordinária do Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola vai ter lugar no dia 31 de Maio de 2022, na cidade do Lubango.

Bernardo Pires

Related post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *