Artista plástico Mumpasi Meso apresenta ‘Parentes do Futuro’ no SIEXPO

O artista plástico Mumpasi Meso inaugura, nesta quinta-feira, 18, a exposição ‘Parentes do Futuro’, uma mostra individual que fica patente até ao dia 1 de Dezembro, no Salão Internacional de Exposições (SIEXPO), do Museu Nacional de História Natural.

O título da mostra, ‘Parentes do futuro’, é extraída da obra literária de Mia Couto ‘Terra Sonâmbula’, que narra “um mundo confuso e incerto restante da guerra, sustentado por sonhos, fantasias, lembranças do passado, provérbios e ideias para um grande recomeço. Um suposto futuro melhor”.

O artista, de acordo com uma nota da exposição, define o futuro, tal como na obra de Mia Couto, como “estradas que têm como parente mais directo a criança”. “Olhar para esta interessante proposta é também uma experiência sensorial que faz lembrar a ausência de noção de realidade na infância, lê-se na nota, que faz também alusão a uma velha máxima segundo qual “éramos felizes e não sabíamos”.

Em entrevista à Rádio LAC, o artista falou sobre as suas experiências internacionais e das artes plásticas em Angola, ressaltando o facto de o mercado das artes em Angola não estar ainda bem estruturado profissionalmente, devido à falta de políticas e investimentos por parte de quem de direito.

“Nós hoje estamos a falar das artes plásticas, mas podemos falar do teatro, da música, da própria literatura, que carecem um pouco mais de investimento por parte de quem de direito”, frisou Mumpasi.

A exposição pode ser visitada de segunda à sexta feira, das 9h00 às 18h00, e aos sábados e domingos das 9h00 as 12h00, no SIEXPO, sita no Kinaxixi.

Mumpasi Meso nasceu no Zaire, em 1984. Filho de um artista, o pai Mumpasi Za Meso, despertou o seu gosto pelas artes desde muito cedo. Com o pai aprendeu a técnica da pintura em mosaico sobre pedra. Em 2009, formou-se em pintura na Escola de Belas Artes de Kinshasa, na República Democrática do Congo.

Já durante seus estudos, Mumpasi participou de diversas exposições colectivas e individuais em diversos países como Angola, Congo, Gabão, Itália, Espanha, Brasil e Holanda. Mumpasi é um mestre em orquestrar cores e formas, usando diferentes técnicas e tem a sua própria assinatura.

Mumpasi Meso pinta principalmente retratos e figuras, nos quais volta aos valores e sentimentos universais do homem e à conexão espiritual do homem com o seu ambiente. Seu trabalho já ganhou diversos prémios, sendo os mais recentes os de Melhor Pintor Internacional, no prestigiado evento CIARTE XVIII, em São Paulo (Brasil), em 2018, e Menção Honrosa do Prémio ENSA-Arte de Pintura (2021).

Irinea Lukombo

Irinea Lukombo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *