Argélia, Nigéria e Níger querem construir gasoduto até à Europa

Os ministros da Energia da Argélia, Nigéria e Níger acordaram, no domingo, construir “o mais cedo possível” um mega gasoduto trans-saariano (TSGP), para fornecer gás natural à Europa e acelerar o desenvolvimento económico destes países.

“A reactivação do projecto TSGP acontece num contexto geopolítico e energético específico, marcado por uma forte procura de gás e petróleo, por um lado, e pelo estancamento da oferta devido à queda dos investimentos, particularmente na oferta de petróleo e gás desde 2015″, disse o ministro do Petróleo argelino no início da reunião.

De acordo com a agência de notícias espanhola Efe, os três ministros da Argélia, Nigéria e Níger, Mohamed Arkab, Timipre Sylva e Mahamane Sani Mahamadou, respectivamente, reuniram-se pela segunda vez desde Fevereiro em Niamey, no Níger, com o objectivo de relançar o projecto, que será agora objecto de “consultas subsequentes através da equipa técnica constituída durante a reunião”.

O ministro argelino classificou este gasoduto como “uma nova fonte de abastecimento para os mercados, cuja procura está a crescer devido ao lugar que o gás natural vai ocupar na futura composição energética”.

A rota do gasoduto cruza estes três países africanos e pode também passar por outros Estados, como o Mali e o Tchade, aproveitando a proximidade ao mercado europeu, defendeu ainda o governante argelino.

Avatar

LUSA

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.